quarta-feira, 20 de julho de 2016

Você se irrita facilmente?


Aprenda a simpatizar com este sentimento e gostar de quem incomoda você!
E se questione.
Por que esta pessoa te perturba tanto?
.........………
Lá no íntimo você vai descobrir que esta pessoa que você aparentemente "odeia" é semelhante á você.
E te irrita porque você vê os aspectos íntimos que você não quer ver, que são seus.
É um espelho.


O que é este efeito espelho?
Carl Gustav Jung escreveu que percebemos nos outros muitas facetas de nós mesmo.

Traduzindo em miúdos: tudo aquilo que vemos nos outros é apenas reflexo de nós mesmo, quando não gostamos de algo que vem do outro, isso nos remete sobre algo que não suportamos em nós mesmo. 
O que não gostamos no outro revela coisas importantes a nosso respeito.
Recusamos a enxergar e aceitar porque este sentimento intolerável que nos pertence é muito difícil de admitir pois é nossa identidade, nossa fiel escultura, preferimos enxergar nosso reflexo e nos irritar com o outro. Mais fácil né, porque este outro é alguém que escolhemos para nos relacionar (sincronicidade), quando este alguém vem para acrescentar algo em sua vida, seja boa ou seja ruim. Um aprendizado..
Se você não está se dando muito bem com alguém...se questione novamente....reflita o que você evita que está em você e isto esteja te parecendo injusto.
As vezes não vemos em nós mesmo, nosso real "eu" o que nos desaponta e nos desagrada, mas quando de fato estiver fazendo uma análise pessoal e for sincero consigo mesmo, verá de fato, aquilo que esconde a sete chaves. Descobrirá no que o outro é parecido com você e quando fomos como ele. Só vemos se formos atraídos por aquilo que nos queremos ou percebemos.
Cada vez que interagimos com o outro esta pessoa se adequa a imagem que ela tem de si.
Voltando ao tema, se você se irrita tanto com alguém, presta atenção, pois as personalidade  semelhantes não se bicam, nosso lado obscuro, que negamos a todos custo.
Esta dificuldade que negamos de nós mesmo (impulsos, tendências,...) é porque nos põe em evidência, nos denudam diante de algo que nos da medo. Nosso grupo social normalmente não aceita, rejeita.
Então, aquela pessoa que você se irrita tem a personalidade que é a sua cara.
As vezes o que mais detestamos no outro, pode notar, está em nós, estamos projetando.
A projeção reduz a ansiedade por permitir a expressão de impulsos inconscientes, indesejados, fazendo com que a mente consciente não os reconheça, ex:. culpar alguém por um fracasso próprio.
Perceba estas projeções, uma limitação sua.
Como dizia Sócrates (470 a.C): Conhece-te a ti mesmo, cujo pensamento foi descrito por Platão, que nos faz perceber o quanto somos ignorantes de nós mesmo e quanto é antiga a busca pela consciência de quem somos.
























Nenhum comentário: